A Comissão de Viação e Transporte da Câmara dos Deputados aprovou a proposta que isenta o pagamento de pedágio em via federal aos veículos automotores de duas rodas, como motocicletas e motonetas. projetada por Clarissa Garotinho (PR-RJ), presidente da CVT, a proposta foi colocada em votação e aprovada. O projeto começou a tramitar na Comissão de Viação e Transportes em 2011 e foi feito pelo deputado Washington Reis (PMDB-RJ).isenção do pedagio para motocicletas

Votado e aprovado, as concessionarias que administram as rodovias já estão se preparando para negociar um reajuste nas tarifas para manter o equilíbrio econômico das empresas, em uma negociação amigável.

Fica isento todos os veículos automotores de duas rodas, exceto motoside e moto com reb0que (carretinha ).  e também não a especificação de cilindradas na isenção.




Os motivos alegados foram, fato que a motocicleta não causa danos as rodovias  e tem um impacto menor ao meio ambiente, os números de acidentes ocorridos com motocicletas nas cabines de pedágios devido ao óleo no piso que vasa dos motores dos carros, também foi alegado que o tempo que o motociclista demora para pagar o pedágio e bem superior ao dos automóveis causando lentidão no transito, entre outros fatores alegados.

As propostas ainda serão analisadas, em caráter conclusivo, pelas comissões de Finanças e Tributação, de Constituição e Justiça  da Cidadania.